quinta-feira, 17 de abril de 2014

16 erros comuns que cometemos ao passar rímel

Especialistas ensinam o que fazer e o que não fazer com sua máscara de cílios



Confira a seguir os erros mais comuns na hora de aplicar a máscara de cílios segundo as especialistas Diana Wittkowiski, que faz trabalhos com maquiagem comercial e artística em Frankfurt, Paris e Basel e Bruna Galliano, também maquiadora profissional que trabalhou com beauty em São Paulo e Nova York.

erros ao passar rimel 2 16 erros comuns que cometemos ao passar rímel
Foto: Thinkstock

1. Passar rímel marrom em tom mais claro do que o dos cabelos, ou mais avermelhado

Segundo a maquiadora Diana Wittkowski um erro crasso é passar um rímel marrom quando não precisa. “Loiras podem usar rímel marrom no dia-a-dia, mas sabendo qual marrom funciona, às vezes cinza é melhor. Para makes mais marcadas, loiras e ruivas podem usar preto mesmo”, aconselha.

2. Sobrecarregar com o tipo errado de rímel

Cada tipo de cílio tem seu rímel ideal de acordo com volume, comprimento e o efeito que você quer dar. “Tem muita gente que passa demais ou não sabe escolher o pincel (o pincel influencia muito!) e deixa os cílios parecendo que grudou ‘perninhas de mosca’. Efeito péssimo”, critica Diana. A maquiadora Bruna Galliano concorda: “Não entendo a necessidade de passar infinitas camadas de máscara. Se quer algo dramático, use cílios postiços!”, diz.

3. Deixar bolinhas nas pontas

A ideia do rímel é levantar o olhar de forma relativamente suave. Bolinhas na ponta do cílio não são elegantes.

4. Grudar demais os fios

Esse também é um problema muitas vezes da escolha do pincel, ou da maneira de passar. Se mesmo tentando passar a máscara de leve nos cílios e esperando secar entre as camadas ela ainda grudar uns nos outros, verifique a data de validade e/ou troque de produto.

5. Tentar desgrudar os fios com silicone

Segundo a maquiadora Diana Wittkowski, o truque até funciona, mas é perigoso: “Nenhum produto que não é específico para a área dos olhos deveria ser passado próximo aos olhos, pode ser perigoso”, alerta.

6. Borrar o rímel na pálpebra na hora de passar, ou ao piscar

Para evitar que isso aconteça, a dica das especialistas Diana e Bruna é simples: coloque um lencinho atrás dos cílios, pode ser um pedaço de papel higiênico dobrado. Isso também evita estragar a sombra e ter que refazer toda a maquiagem.

7. Não usar curvex

O curvex por si só tem o poder de levantar o olhar, não pule essa etapa. Uma dica útil das profissionais para potencializar o efeito do instrumento é esquentá-lo um pouco com o secador e depois prensar os fios.

8. Usar curvex depois de passar o rímel

Quem já fez sabe o que acontece, os cílios grudam uns nos outros e podem ficar com uma curvatura exagerada, nada natural. O curvex deve vir antes do rímel.

9. Criar um ângulo com curvex

Depois de passar pelo curvex os cílios deveriam ficar arredondados, se eles estão com um formato que mais lembra uma dobra você está fazendo algo errado! Escolha a posição correta para o curvex, não aperte muito e nem por muito tempo.

10. Usar rímel velho

Além de não ter o mesmo efeito que o rímel novo, produtos velhos ou vencidos podem causar danos aos olhos. “Além de irritar os olhos, se você deixa o rímel envelhecer, ele cheira mal, na verdade os cosméticos são feitos de um jeito que eles cheiram mal para avisar que o prazo de validade já passou”, diz Diana.

11. “Envelhecer” o rímel

É muito comum as mulheres fazerem um movimento de “vai e vem” com o pincel do rímel dentro do tubinho, mas a maquiadora Bruna Galliano reprova esse gesto. “A máscara dura em torno de 6 meses, ao fazer isso você está colocando ar para dentro do tubinho, o que vai fazer com que o produto seque muito mais rápido. A máscara nova é realmente muito líquida, se você não gosta desse efeito o ideal é usar a escovinha velha na máscara nova até ela ficar no ponto que você gosta”, diz.

12. Não passar rímel por cima dos cílios postiços

É um erro, pois o efeito dos cílios postiços ficaria mais natural com a máscara. Diana lembra que os cílios postiços devem ser proporcionais ao olho. Quem coloca precisa saber onde ele começa e onde ele termina, eles devem ser ajustados e podem ser cortados. Uma camada de rímel em cima dos cílios postiços é fundamental para que eles se “fundam” ao seus cílios naturais e o resultado não fique muito artificial.

13. Fazer o movimento errado

Nem só nas pontinhas, nem só de cima para baixo. Bruna Galliano dá a dica: “Eu sempre passo na parte de cima dos cílios uma vez, pra cobrir qualquer resíduo de sombra que tenha caído, depois passo da raiz para fora. Na raiz, faço um zig zag com a escovinha, pra dar mais volume”.

14. Pentear os cílios na direção errada

A menos que a proposta seja artística ou festiva, fazer cílios de boneca ou penteá-los em sentido contrário ao nascimento dos fios não é uma boa ideia. “Sou a favor do básico: os fios indo em sua direção natural. Caso eles sejam tortos, a gente arruma pra “direção natural” que ele deveria ter”, diz Bruna.

15. Passar rímel + pó compacto + rímel

Esse truque antigo não é tão bom quanto parece. “Pó facial, como diz o nome, é para a face, se quer cílios mais grossos, espere secar e passe mais uma camada de máscara”, aconselha Bruna.

16. Não usar rímel

Ninguém é obrigada a usar maquiagem todos os dias, mas para Bruna um make sem rímel é como uma obra de arte sem moldura.

Confira as opções de rímel que nosso parceiro Sepha tem para você :

By:dicasdemulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário